24 de dez de 2012

The Mistletoe Can Pull Us Closer - Cap 6




Justin: Mel, eu quero te ver amanhã. - ele disse acariciando meu rosto.
Eu: Você sabe onde me achar. - sorri e finalmente sai do carro.
Justin: Mel! - me virei. - Eu gosto de você, gosto muito de você.
Eu: Eu também, Justin, no fundo eu gosto de você, - ele riu e eu entrei em casa ouvindo o som de seu carro partir.
Subi as escadas de fininho sem acordar ninguém. Me joguei na cama e fiquei pensando em tudo que havia acontecido hoje. Algo não saia da minha cabeça. Por que eu me sinto assim perto dele? Que tipo de poder ele tem sobre mim? O que ele fez comigo? Meu corpo parecia precisar estar perto dele pra que voltasse a viver. Em meia a essa indignação, meus olhos pesaram e eu adormeci.
O Sol iluminava meu rosto, provocando uma leve irritação matinal. Levantei e fui cambaleando até o banheiro e fiz minha higiene.

[...]

Brad: Olha o que chegou pra você hoje de manha! - meu avô disso empolgado assim que me viu descer as escadas.
Eu: Um buque? De quem é? - desci correndo e peguei minhas flores. Sorri ao ver aquele enorme ramalho e peguei um bilhetinho em um papel roxo.

"Me desculpe, feliz véspera de Natal! Me encontre onde nos encontramos pela primeira vez. Debaixo daquela árvore. Beijos, Justin, seu garoto problema."

Mordi os lábios e subi correndo novamente, deixando meus avós sem entender nada. Me arrumei rápido pondo um vestido rosa com babadinhos. Me olhei no espelho e passei um perfume em seguida pondo meu colar predileto. Por que estava me arrumando tanto? Eu só ia vê-lo. Meu coração palpitava rápido ao ver que meu cérebro tinha sido possuído por ele. Respirei fundo e desci correndo com o celular na mão e a chave de casa na outra.

Brad: Onde você vai minha...
Eu: Ja volto! - sai deixando a porta bater naturalmente fazendo a voz preocupada do meu avô sumir.

Fui caminhando em passos largos, observando uma pequena movimentação nas ruas. Época de comprar presentes, pensei. Minha mente focou no bilhete lido a alguns minutos atrás, nas ultimas palavras. seu garoto problema, seu garoto problema. Seu? O que ele quer dizer com isso? Meu cérebro imaginava coisas diversas. Me concentrei no caminho ao visco e logo estava perto e o vi de costas, ele estava com braço levantando em direção ao seu rosto, mas não dava pra ver. Vi ele arremessando algo no chão e em seguida pisando. Não, merda! Cheguei perto dele e estiquei meu braço ao encontro de seu ombro, o cutucando.

Justin: Oi! - ele sorriu e se aproximou. Com esse gesto senti o que não devia. Respirei inalando aquele cheiro.
Eu: Você fumou Justin. - disse triste me afastando.
Justin: Eu fumei agora pra não ter que fazer isso com você. - ele disse baixinho de cabeça baixa.
Eu: Você não vai chegar perto de mim até esse cheiro horrivel sair.
Justin: Mas... Mel, por favor! - ele implorou.
Eu: Não!

Ele pegou uma bala de menta em seu bolso e comeu. Mastigou bastante antes de digeri-la. Ele cheirou seu próprio bafo tampando a boca e o nariz com as mãos. Justin se virou pra mim e me puxou pela cintura.

Justin: E agora? - ele falou perto de mim.
Eu: Não é uma bala de menta que vai melhorar. - me afastei dele e andei em direção reta.
Justin: Meu deus! Como você é insuportável. - ele disse dando passo largos pra me acompanhar.
Eu: Falou o meu garoto problema. Irônico não? - sorri pra ele que passou seu braço esquerdo por cima de meu ombro. - Vamos pra onde?
Justin: Um parque!
Eu: Sério? Amo parques!
Justin: Que bom, que pelo menos isso eu fiz direito. - ri do jeito em que ele disse fomos rumo ao parque.

[...]

Justin: Meus irmão vem passar o Natal com a gente. - disse assim que sentamos em um banco naquele parque coberto de neve.
Eu: Leve eles lá pra casa também.
Justin: Minha madrasta não gosta que eu fique com eles, porque ela acha que não sou boa influência. - vi tristeza em sua voz.
Eu: Hey Jus, você mudou e vai provar isso pra ela, mas antes prove isso pra si mesmo.
Justin: Mel, eu não mudei, eu nunca vou mudar.
Eu: Para de se menosprezar. - disse irritada.
Justin: Só você vê esperança em mim!
Eu: Se eu vejo é porque existe.
Justin: Ontem minha mãe ficou feliz de eu ter dormido em casa. - ele sorriu. - ela disse que você está me mudando e quer te conhecer.
Eu: Isso é uma prova de que ela se importa com você.
Justin: Obrigado por me mostrar isso Mel.
Eu: Justin, agora só me diz por que você faz isso?
Justin: Meu pai morreu por minha causa. - ele disse isso rápido enquanto deixava as lágrimas caírem livremente sobre sua face e lembranças pareciam ocupar sua mente.
Eu: O que houve? - perguntei com meu tom de voz visivelmente preocupado.
Justin: Foi no natal, ele e eu discutimos e ele foi embora e época de festas o que mas tinha era gente bêbada na rua e.. - ele não precisava falar mais nada. O abracei o mais forte possível sendo correspondida com um mais forte ainda.
Eu: Não foi sua culpa, para com isso! - ele chorava sem cessar. - Olha pra mim! - ele me olhou e pela primeira vez, eu tive iniciativa em beija-lo.

Ele me correspondia com paixão. Seus braços faziam de tudo pra que não existisse distância entre nós. Não tinha dúvidas de que ele precisava disso. Suas lágrimas morriam quando chegavam na junção de nossos lábios. Era um encaixe perfeito. Tudo entre nós era perfeito, do nosso jeito.

Justin: Mel, pelo amor de Deus nunca se afaste de mim! - ele disse ainda com sua testa encostada na minha.
Eu: E eu não vou!
Justin: Promete?
Eu: prometo.
Justin: Eu te amo Mel. Você é minha esperança.
Eu: Justin, para com isso.
Justin: Meu natal só é perfeito com você.
Eu: Oh Jus! - ele me beijou novamente.
Justin: Não quero ver esse lábios longe dos meus nunca mais. - ele me selou.

[...]

Dias se passaram.

[...]

Eu: Meus avó não estão em casa. Eles devem ter ido buscar meus pais no aeroporto. - disse rindo, Justin não desgrudava seus lábios dos meus.
Justin: Perfeito!
Eu: Safado!
Justin: Vem cá! - ri com seu movimento com os braços me puxando pro seu colo.
Eu: Justin!
Justin: Estava louco pra provar desse doce mel! - ri com sua brincadeira e entramos no meu quarto.

Quando dei por mim, estava perdida de prazer com Justin, fazíamos amor como ninguém. Ele era perfeito naquilo, eu tive certeza que depois daquilo ninguém poderia substitui-lo. Ele pertencia a mim e bem, eu pertencia a ele!

Eu: Eu te amo Justin! - disse depois de um orgasmo.
Justin: Você não tem noção de como é bom ouvir isso.
Eu: Meus pais devem ta chegando com meus avós.
Justin: Merda!



Continua! *-*

Feliz Natal!!!!!!!!! Uhuul! Como vocês estão? Bem vindo leitoras novas!! Antes de tudo minhas gatas novas é o seguinte, isso é um especial de natal por isso está acontecendo tudo muito rápido porque amanha já é o último capítulo e pá.

Espero que vocês tenham gostado desse especial que amanha acaba mimi 

Duda e Marina EU NUNCA ME ESQUECI DE VOCÊS podem vim falar comigo no face ou no twitter e pá. shuahsu Eu amo vocês minhas lindas! Marina eu vi sim seu blog, mas quando você mudou a url eu não consegui mais achar e pá! 

Bom gente é isso. LOVE ME LIKE YOU DO ESTÁ DE VOLTA AMANHA TAMBEM!! De manhã a vou postar o último cap desse e de noite posto LMLYD AEEEE o/ 

Quem gostou do novo lay do blog levanta a mão! o/ Digam o que acharam comentem muuitooo! 

É isso gente!! Perguntas?? ASK e Twitter

Beijos! Amo vocês!!!

10 comentários:

  1. continuaaaa - @drewourswag

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAA ENTEDI AGORA KKKKKKKK QUE FOFOS :D ENTÃOOOOOOO FELIZ NATAL FLOR TUDO BOM :*

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAAAAAA QUE PERFEITOOO, FELIZ NATAL MAAY

    @ihaveswagie

    ResponderExcluir
  4. Awn Amei o capítulo *--* feliz natal pra voce também :) @CookieDoBieber

    ResponderExcluir
  5. own , tá tão lindo , ela consegui mesmo mudar ele (:
    o layout do blog tá perfect *-* Hoje é o último capitulo , chora !
    Feliz Natal pra você princesinha <3 Bjo

    ResponderExcluir
  6. que loucura em kkkkkkk'
    mas eles formam um casal lindo , na verdade eles realmente se completam né
    CONTINUA

    @loradumal

    ResponderExcluir
  7. Amei vei q lindo esse capitulo, pena, q ja vai acabar.. Ficou muito lindo *---------------* que fofo o Jus . <3 ' - @_mesninaswag_

    ResponderExcluir
  8. Ta perfeitoooo amiga!! AAAAAAH :/ Já vai acabar? muito fofo eles ooownt
    Feliz natal!!!
    bjjjs

    ResponderExcluir
  9. Continuaaa ameiiiii ta perfeitoooo

    ResponderExcluir